Compartilhe o Valor Comunica

Edit Template
Anúncio

Unimontes prorroga sindicância administrativa investigatória que apura possíveis irregularidades em processo seletivo para contratação de professores pela instituição

A nova Portaria, de n° 293 de 27 de fevereiro de 2024, prorroga as investigações por mais 30 dias a contar da data de sua publicação.

Luiz Cabrine / Valor Comunica

JANAÚBA – A Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Campus Janaúba, está enfrentando denúncias de possíveis irregularidades em um processo seletivo para a contratação de professores. O caso veio à tona após os fatos terem sido apresentados à Reitoria da universidade por dois candidatos, e em seguida repassados à imprensa, a exemplo do portal de notícias Valor Comunica.

No entanto, o número de participantes do processo seletivo soma um total de 11 pessoas, conforme levantamento do portal.

De acordo as denúncias, teria havido favorecimento a uma candidata com vínculo afetivo com um dos membros da banca examinadora, prejudicando as duas pessoas concorrentes no processo seletivo.

Prorrogação da sindicância

Na manhã desta quinta-feira, 14 de março, uma fonte confiável que tem ligação com as denúncias encaminhou um documento ao Valor Comunica, que comprova a prorrogação da sindicância, instaurada em 24 de janeiro de 2024 (Portaria 260/2024) pela Reitoria da universidade por mais 30 dias. Essa última sindicância é datada de 27 de fevereiro (Portaria 293/2024) e deverá ser concluída em 27 de março próximo.

Os candidatos que apresentaram as denúncias optaram por não ter seus nomes divulgados temendo represálias da universidade.

Segundo relato da fonte que procurou o Valor Comunica, a pessoa beneficiada teria um relacionamento afetivo com um dos membros da banca examinadora, o que acabou influenciado nas notas e na decisão final do processo seletivo.

Diante da gravidade das alegações, o Reitor da Unimontes, Professor Wagner de Paulo Santiago, adotou medidas para investigar as denúncias. A fim de garantir a transparência e a imparcialidade na apuração dos fatos, ele instaurou uma sindicância administrativa investigatória, prorrogada conforme a Portaria n° 293/2024, que se encontra em posse de Valor Comunica.

Frente às denúncias, espera-se que a Unimontes apure minuciosamente o caso, a fim de garantir a lisura do processo seletivo e evitar qualquer tipo de favorecimento indevido.

A Unimontes é uma instituição renomada, reconhecida pela qualidade de ensino e pela excelência em pesquisa e extensão. Por isso, a apuração das denúncias é essencial para preservar a reputação da universidade e garantir a confiança de alunos, professores e comunidade em geral.

Na tarde de quarta-feira, 13 de março, a reportagem de Valor Comunica ligou na Reitoria da Unimontes, em busca de mais informação sobre a sindicância, no entanto, a ligação não foi atendida.

Um comentário

  • Parabéns, por nos manter informado de um assunto tão sério. Temos que cobrar a responsabilização dos envolvidos, vez que prejudica toda a comunidade. A imparcialidade e lisura no concurso é fundamental, além de ser uma garantia constitucional. Falsos moralistas não passarão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio

Outras Notícias

Fique informado com o Valor Comunica

Anúncio
////// Ads

Receba notícias direto no seu email

Comunicação e informação que constrói valor para você.

Compartilhe o Valor Comunica

WhatsApp
Pinterest
Facebook
Telegram

2023 © Todos os direitos reservados.